Monday, September 3, 2012

Padrões e cores dos gatos - Parte 2A: A genética da pigmentação

Nota1: Os amantes de gatos têm por hábito chamar de "azul" aos gatos de cor cinzenta, por isso ao falarmos de azul estamos sempre a falar da cor cinzenta.   Mais uma vez, este artigo é apenas uma mera curiosidade e de forma nenhuma um incentivo à criação de gatos para venda e cruzamento dos mesmos para criação de novas raças ou mesmo a compra de animais. Este blog não apoia essas práticas

Nota2: A explicação de termos científicos encontra-se no nosso auxiliar científico localizado na barra lateral da página.

Os gatos domésticos exibem uma rica variedade de padrões e cores de pêlo. Os nomes dados a estas cores e padrões são maioritariamente baseados na genética.

Pigmentação:

As cores no pêlo e pele são causadas pela presença de melanina. A melanina está depositada na fibra capilar na forma de genes microscópicos que varia em forma, tamanho e organização, originando uma variedade de cores.
Existe dois tipos de melanina quimicamente diferentes: eumelanina e feomelanina. Pensa-se que os grãos de eumelanina sejam esféricos em forma e absorvam quase toda a luz, dando pigmentação preta. Os grãos de feomelanina dizem-se ser de forma de bolas de futebol longas e reflectem a luz na gama vermelho-laranja-amarelo.
Vários genes podem causar variações na densidade dos grãos de melanina para que outras cores possam ser produzidas. O maior número de variações pode ser encontrado nas cores baseadas no preto. A seguinte tabela apresenta nomes aceites para as cores básicas por genótipo:


Mutações no gene preto dão origem ao Chocolate e Canela. Pensa-se que estas cores se devam a um menor número de grãos de eumelanina na fibra capilar.
A mutação do gene para coloração Densa produz azul, lilás e castanho-amarelado. Estas cores devem-se à aglomeração de partículas de pigmento na fibra capilar. A isto chama-se diluição ou Maltês. Azul é o diluído de preto; Lilás é o diluído de Chocolate; Castanho-amarelado é o diluído de Canela. O diluído é uma mutação no locus (D); Diluído é recessivo para coloração densa. Em comparação, as cores baseadas no vermelho (feomelanina) têm menos variações. Vermelho descreve-se como laranja ou "marmelada" mas alguns gatos vermelhos têm pigmentação pálida portanto as pessoas descrevem-nos como amarelos. Creme é a forma diluída de Vermelho. O símbolo para o gene de cor vermelha é (O). Preto é recessivo de vermelho.
O gene vermelho está presente no cromossoma X, por esta mesma razão está ligado ao género. Os machos normalmente têm apenas um cromossoma X e portanto se um macho tem o gene vermelho, ele será vermelho. As fêmeas têm dois cromossomas X e se ambos tiverem o gene vermelho, então a gata será vermelha. Contudo, muitas fêmeas têm o gene vermelho em apenas um cromossoma , o que permite que uma pigmentação baseada no preto se mostre através das manchas. A combinação do vermelho e preto é chamada de "tartaruga".
Uma tartaruga típica é uma combinação de preto e laranja, normalmente num padrão ao calhas. Algumas tartarugas têm mais laranja e outras mais preto. A tartaruga pode ser modificada por diluição o que dá origem a um padrão azul e creme. Por fim, o preto nos padrões tartaruga pode mesmo ser chocolate ou castanho-amarelado-creme.
As mutações acima descrevidas têm sido vistas em gatos europeus e do hemisfério ocidental por centenas de anos. Outra combinação da cor foi introduzida com os gatos siamês e birmanês vindos da Ásia. O gato birmanês tem o gene para a cor sépia (cb) e o siamês o gene para a cor aos pontos (cs). Estes são alelos localizados no locus albino (c); quando combinadas (cb/cs) no Tonquinês, cores de Vison são produzidas.


 Não mostrado na tabela apresentada estão duas mutações do gene albino que sempre têm pêlos branco sólido, independentemente de outros genes de pigmentação.
Estes são o branco albino com olhos azuis pálidos (ca/ca) e o branco albino com olhos rosa não pigmentados (c/c).

Fique atento para a continuação do artigo: Padrões e cores dos gatos - Parte 2B: A genética dos gatos brancos

No comments:

Post a Comment