Friday, September 7, 2012

Dicas felinas

Adoptar um gato é uma grande responsabilidade e deverá ser para toda a vida. Vamos ver algumas dicas para que a sua vida com o seu amigo corra às mil maravilhas.




  • Muitos gatos acabam em associações ou gatis porque os seus donos tinham expectativas pouco realistas acerca do tempo, dinheiro e empenho necessários para cuidar de um gato. Faça o seu trabalho de casa antes de adoptar um gato;
  •  Para ensinar o seu gato a arranhar objectos "aceitáveis", espalhe bocados de erva para gato e algumas guloseimas embrulhadas num poste próprio para arranhar. Ponha o poste perto do objecto que tenta proteger;
  •  Proteja a sua casa contra possíveis ameaças para o seu gato como fichas eléctricas estragadas ou penduradas, plantas venenosas, cordas de tecido, máquinas de lavar ou secar abertas, portas com pedaços a cair e objectos que se possam partir para se certificar que o seu amigo está totalmente seguro;
  • Gatos que não gostem de estar ao colo enquanto pequenos podem mais tarde tornar-se gatos de colo. Tente segurar o seu gato enquanto oferece guloseimas, o que ensinará o seu gato a associar o colo com coisas agradáveis: você, atenção e comida;
  • Muitos gatos gostam de brincar com luz, ou bolas. Tenha algumas à disposição para o seu gato;
  • Os gatos adoram brincar com pulseiras, tampas, pins, agulhas e até mesmo fio dental. Estes pequenos "brinquedos" podem ser perigosos para o seu animal. Certifique-se que mantém estes objectos fora do alcance das patas do seu gato;
  • "Castigo" não existe no vocabulário do gato. Mas reforçar comportamentos positivos para levar a um bom comportamento sim - com guloseimas, atenção e mimos - isto soluciona a maioria dos problemas comportamentais dos gatos;
  • Não encha demasiado a caixa de areia do seu gato, visto que a maioria dos gatos preferem cavar poucos centímetros de material;
  • Providencie um kit de primeiros socorros felinos com peróxido de hidrogénio, loção de hidrocortisona, algodão absorvente, um par de tesouras, solução para lavar os olhos estéril e uma seringa para dar medicação por via oral;
  •  Examine o seu gato dos pés à cabeça para se assegurar que os seus dentes estão limpos e sem odor, o pêlo livre de parasitas, a pele livre de altos e caroços, e que o peso se mantém estável;
  • Raças sem pêlo como o Sphinx ou o Peterbald não significam necessáriamente menos cuidados. Embora estes gatos sejam bonitos, raros e afectivos, a sua pele exposta requer mais cuidados que a de um gato com pêlo;
  • Se encontra um gato abandonado e não o conseguem manter, tente socializá-lo antes de o mandar para uma nova casa. Ensine-o a usar a caixa de areia, a ser segurado ao colo e a ser mimado, visto que os gatos sociáveis têm melhores chances de serem adoptados;
  • As vitaminas podem muitas vezes fazer mais mal do que bem aos gatos, especialmente porque as comidas de boa qualidade contêm o balanço correcto de vitaminas, nutrientes e calorias. Consulte o seu veterinário antes de adicionar suplementos à dieta do seu gato;
  • Embora o leite não seja tóxico para os gatos pode causar distúrbios na barriga do seu animal. Procure antes leite especial para gato, que é previamente tratado com uma enzima que previne problemas de estômago;
  •  Tente descobrir a raça do seu gato (ou raças) visto que algumas destas têm problemas de saúde que estão genéticamente ligados. Por exemplo, os persas e Abissínios correm maior risco de ter problemas renais, que caso descobertos cedo darão uma vida digna ao seu animal;
  • O género e raça do gato nem sempre determinam o temperamento do animal. Mantenha as suas opções abertas quando decide adoptar uma raça ou género particular;
  • Os gatos não conseguem resolver problemas entre eles pois são animais territoriais.Páre as lutas entre os seus gatos apitando um apito, pulverizando-os com um pouco de água ou atirando objectos moles como almofadas para perto deles;
  • A obesidade pode levar a muitos problemas de saúde felinos. Se o seu gato não tiver uma figura proporcional consulte o seu veterinário;
  • Com uma escova de dentes de criança ou de gato, lave os dentes do seu animal regularmente com pasta de dentes especial para gatos. Comece devagar e muito gentilmente, oferecendo guloseimas saborosas antes da hora de lavar os dentes para o habituar;
  • As associações recebem animais diariamente, portanto se ainda não encontrou um gato, não se sinta desencorajado, há muitos animais à espera de um lar.

No comments:

Post a Comment